Natal

25 de dezembro de 2019 (quarta-feira)


Natal

O Natal é o Feriado nacional religioso mais conhecido, representa o nascimento de Jesus Cristo. É actualmente entendido como grande festa, alegria, compras de presentes e feriado! e muito stress em preparativos para a grande festa...estatísticas dizem que cerca de 40% dos brinquedos dados às crianças no Natal estão partidos em Março!! Mas o feriado de 2 mil anos que comemora o nascimento de Jesus tem um dos prazos mais complexos e interessantes de qualquer feriado na história do mundo.


A Escolha do dia 25 de Dezembro

No século III, a data de nascimento de Jesus foi objeto de um grande interesse e de grande incerteza. Por volta de 200 d.c., Clemente de Alexandria escreveu: "Há aqueles que determinaram não apenas o ano do nascimento de nosso Senhor, mas também o dia, e eles dizem que aconteceu no 28º ano de Augusto e no 25º dia de Pachon (20 de maio) ... Além disso, outros dizem que nasceu nos dias 24 ou 25 de Pharmuthi (20 ou 21 de Abril)

Outros escritos desta época sugerem datas como 20 de Maio, 18 de Abril ou 19, 25 de Março, 2 de Janeiro, 17 de Novembro e 20 de Novembro. A verdade é que a Bíblia não especifica uma data ou hora do nascimento de Jesus. Vários fatores contribuíram para a seleção de 25 de Dezembro como data de celebração: foi a data do solstício de inverno no calendário romano que indica cerca de nove meses após o dia 25 de Março, a data do equinócio vernal e uma data vinculada à concepção de Jesus.


História e Curiosidades


O Papai Natal não foi criado pela Coca-Cola!


A era da Internet deu origem a muitos rumores, atribuindo a origem do Pai Natal à Walt Disney ou marcas de roupa como Tommy Hilfiger.

Alguns alegaram que o icônico retrato do Pai Natal na marca Coca-Cola definiu o aspecto do Pai Natal que descrevemos para as crianças. Na realidade, ele é mais uma "figura evolutiva", cujo aspecto foi moldado por escritores, artistas e até historiadores.

As imagens do familiar homem gordo com barba vestindo um fato vermelho sempre apareceu em revistas, cartazes e anúncios, muito antes da publicidade lançada pela Coca-Cola.



Conta a história que o homem que inspirou o Pai Natal foi o Santo Padroeiro das Crianças (São Nicolau) que retrata a bondade de dar e ajudar as crianças em necessidade, mas os católicos de sete países o reconhecem muito mais do que apenas o santo padroeiro das crianças. De acordo com a lenda, o verdadeiro São Nicolau fez tão boas ações como dar dinheiro às filhas de um homem para que pudessem evitar uma vida de prostituição e resgatar três filhos de um açougueiro louco.


A app "NORAD Tracks Santa" começou com um erro no anúncio de um jornal


A lenda do infame passeio de trenó do Pai Natal também foi perpetuada por um jornal, mas não foi feito intencionalmente. Em 1955, um anúncio da loja "Sears" imprimia o número de telefone de uma das lojas nos EUA, em Colorado Springs, para que as crianças pudessem contar ao Pai Natal o que queriam para o Natal.

O número foi mal impresso e, em vez disso, enviou crianças para a linha direta do Diretor de Operações da Defesa Aérea Continental dos EUA, o Coronel Harry Shoup. As chamadas espalharam-se e, em vez de bloquear o número, o gentil coronel ordenou que a sua equipa desse atualizações ás crianças das coordenadas de vôo do Pai Natal. A tradição continuou até hoje e deu origem à aplicação "NORAD Tracks Santa", disponível para iphone, windows e android.



O trenó do Pai Natal consegue mesmo ir a 800 milhões de casas em 34h! e não é à velocidade da luz!


Apesar de todos sabermos da capacidade do Pai Natal percorrer todas as casas de todas as crianças de todo o mundo numa só noite (se tem mais de 10 anos e está a coçar a cabeça, veja) não é uma façanha tão astronómica como possa pensar à partida. Tecnicamente, o Pai Natal tem 34 horas para completar a sua tarefa graças à International Date Line e, de acordo com o "Fermilab" do Departamento de Energia dos EUA, o seu trenó só teria que viajar a 99,999999% da velocidade da luz, assumindo que ele só visita 800 milhões de casas em toda a superfície da Terra.


Gostaria de ter um pinheiro de Natal natural? como tratar?


Existe muita gente que prefere ter um pinheiro natural como arvore de Natal. Não é tão prático mas é muito mais bonito. Esta opção requer no entanto cuidados especiais com a árvore para que se mantenha viva e possa ser replantada. É importante manter a terra e as raízes humidas, ir borrifando os ramos para que não sequem e manter a árvore longe de sítios quentes.

Depois do Natal e especialmente se tem filhos, é sempre uma actividade lúdica e agradável ir replantar a árvore de natal.


O Pai Natal tem mesmo um Código Postal


Todos os anos, os centros de correios de todo o mundo são inundados com cartas de crianças dirigidas ao Pai Natal, de tal fotrma, que muitas vezes os próprios funcionários dos Correios respondem ás cartas.

Nos CTT, costuma existir nesta altura do Natal, equipas especiais para responder a estas cartas, aproveitando também para fazer algumas acções de solidariedade facilitando os presentes pedidos a crianças desfavorecidas e com dificuldades.

As cartas ao Pai Natal chegam aos CTT destinadas a locais tão díspares como o “Pólo Norte”, “Nuvem do Pai Natal”, “Terra do Frio” ou “Caminho das Estrelas”. Estas cartas são as únicas que são aceites sem selo pelos Correios, basta que não se esqueçam de incluir o endereço de remetente.

No Canadá o código postal é HOH OHO


"Jingle Bells" foi escrito para o Dia de acções de Graça, não para o Natal


É difícil estar mais de cinco minutos no mês de Dezembro sem ouvir a melodia familiar de 'Jingle Bells'. A verdade é que esta música deveria ser ouvida em Novembro. De acordo com a revista Mental Floss, o compositor James Lord Pierpont, escreveu a canção na década de 1850 para a sua aula de Domingo, na Escola Dominical de Boston, durante o Dia de Ação de Graças, como forma de comemorar as famosas corridas de trenó Medford. Crianças e adultos adoraram a música e, eventualmente, mudaram a letra para se encaixar no Natal.


Os doces "J" costumavam ser "branco puro"


Quem não reconhece aqueles doces em forma de "J", tradicionalmente vermelhos e brancos do Natal? Houve um tempo, no entanto, que eles não eram vermelhos e brancos (embora na nossa imaginação sejam sempre muito saborosos). Os festejos familiares mais tradicionais de Natal, como os conhecemos, começaram a aparecer por volta do século XVII, quando os europeus começaram a usar árvores para celebrar a temporada de férias cristãs e faziam comidas especiais com decorações especiais.



Os doces "J" apareceram por volta de 1670, quando um maestro de coro da catedral distribui as confecções brancas para as crianças para mantê-las ocupadas durante a missa de Natal. Não se sabe ao certo como surgiram as duas listas de cores, mas há uma teoria em relação ao seu formato (não comprovada) de que a forma "J" era para representar Jesus.


De onde vem o Perú de Natal?


Para quem não sabe, o Perú de Natal foi servido pela primeira vez como prato principal durante o dia de Ação de Graças em 1621, nos Estados Unidos, mais precisamente no estado de Massachussets.

Nessa altura, raiava o séc. XVII, o Peru assumia-se pela primeira vez como um bom elemento de uma refeição desta índole. No Sec. XVI este costume foi levado pelos espanhóis para a Europa e nessa época era nobre servir gansos, cisnes e pavões. O peru, por ser mais barato, rapidamente ganha fama.


Teddy Roosevelt proibiu árvores de natal na Casa Branca


Hoje, a iluminação anual da árvore de Natal da Casa Branca é uma tradição sagrada. Mas nem sempre foi assim, pelo menos no mandato Teddy Roosevelt, que não achou que o evento fosse muito majestoso. Na verdade, ele achou tão irritante que decretou uma proibição total de colocar uma árvore na Casa Branca durante seu mandato. Na verdade, em 1902, o filho de Roosevelt, Archie, criou a sua própria árvore de Natal escondida num armário.


O que representam as bolas na árvore de Natal?

Antigamente as árvores de Natal eram enfeitadas com maçãs e, ao longo do tempo, foram sendo substituídas por bolas. Hoje em dia é raro vermos uma árvore de Natal que não tenha uma bola como enfeite.


Jesus nasceu realmente numa caverna


A cena familiar de uma manjedoura cheia de animais em redor de jesus, que aparece em todos os presépios pode não ser a imagem mais correcta. É mais provável que Jesus tenha vindo ao mundo de uma caverna. De acordo com o evangelho de Lucas, os pastores que ajudaram a encontrar albergue para Maria de nascer mantiveram seu rebanho numa caverna.

A Igreja da Natividade em Belém é construída sobre a caverna (apelidada de "A Gruta da Natividade"), onde se acredita que Jesus nasceu.


Como surgio o presépio?

O primeiro presépio da história foi criado por São Francisco de Assis, na noite de Natal no ano de 1223. Este presépio nasceu em Itália, fruto da vontade de São Francisco de Assis de celebrar o Natal da forma mais realista possível.